• Observatório Social

Um ano de juros mantém o Bolsa Família por 15 anos

Valor gasto com os juros entre setembro de 2015 até agosto deste ano é semelhante ao destinado ao programa social nos últimos anos


O Contas Abertas realizou um comparativo referente o valor pago em "juros e encargos de dívida" com o valor destinado ao programa social Bolsa Família. Entre setembro de 2015 e agosto deste ano, foram destinados R$ 418 bilhões para o pagamento destes juros. Esse valor chega muito perto dos recursos destinados ao Bolsa Família nos últimos 15 anos. Segundo o Contas Abertas, a dívida bruta em agosto atingiu R$ 4,3 trilhões.


Mesmo sem considerar a correção monetária, essa é uma das maiores despesas públicas. A cada ponto de aumento no Selic, o gasto cresce R$ 25 bilhões anualizados. Segundo dados do Ministério do Banco Central, a dívida bruta, em relação ao PIB, ultrapassou os 51,7% de 2013 para os 72,5% em 2016.


O secretário-geral do Contas Abertas, Gil Castello Branco, comentou sobre a situação "Com isso, as agências de risco rebaixaram o Brasil, as taxas de juros subiram, os investimentos minguaram, trazendo como consequências a recessão e o desemprego", explica.


Como o Brasil gasta mais do que arrecada, são necessários empréstimos para financiar o rombo e pagar taxas de juros cada vez mais elevadas. A taxa básica de juros (Selic) serve de referencia para os juros do mercado. Pagamos juros altos devido o desequilíbrio das contas públicas.


Fonte: Contas Abertas

Foto: Aprenda Investir Dinheiro

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo