• Observatório Social

Receitas correntes líquidas batem recorde em Brusque

Após conferir os dados levantados pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina, o Observatório Social de Brusque (OSBq) constatou um recorde na arrecadação das receitas correntes líquidas do município.


A título de esclarecimento inicial, cabe apresentar o que é Receitas Correntes Líquidas (RCL): se trata do somatório das receitas, menos as transferências constitucionais, previdenciárias e compensação financeira entre regimes. Ou seja, é o valor que está a disposição do município e que expressa a sua capacidade de pagamento, impactando nos índices previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal.


Tendo esclarecido isso, no ano passado, o município de Brusque obteve um somatório de R$ 438.105.555,81 da sua receita corrente líquida, representando um aumento de 17,74% em comparação à arrecadação de 2018. A receita anual da renda vinha apresentando uma média de aumento de apenas 7,35% nos anos anteriores, conforme tabela abaixo:



Segundo o mesmo portal do Tribunal de Contas do Estado, a maior subcategoria econômica responsável pela grande arrecadação foram as Transferências Correntes, que arrecadaram R$ 262.262.907,45 no período. A Receita Tributária recolheu R$ 94.018.208,13, enquanto outras receitas, como a de Serviços e a Patrimonial, embolsaram R$ 34.040.785,63 e R$ 19.573.267,25, respectivamente.


A última vez que ocorreu um salto anual tão grande em tal receita foi em 2012, quando o município arrecadou R$ 220.329.425,28, superando em 18,65% a RCL do ano anterior.


Para conferir esses dados e outros, acesse: http://portaldocidadao.tce.sc.gov.br/home.php?idmenu=municipio&menu=receitaliquida&nu_ano=9999SFI&id=420290&id_modalidade=0#

16 visualizações0 comentário