• Observatório Social

QUAL O CUSTO DE TODAS CÂMARAS DE VEREADORES DOS MUNICÍPIOS DE SC?

Atualizado: 18 de Jan de 2019

Baseado em dados divulgados no site do Tribunal de Contas de Santa Catarina – TCESC, em Portais da Transparência Municipais e Tribunal Superior Eleitoral - TSE, o Observatório Social do Brasil – Brusque fez um levantamento dos Gastos das Câmaras de Vereadores de todos os municípios catarinenses referente ao ano de 2017. Consoante a pesquisa, a Câmara de Videira é a mais econômica do Estado e lidera positivamente todos os Ranking analisados pelo OSBBrusque..



Curiosidades


- A soma do custo de todas as 295 Câmaras de Vereadores do Estado de Santa Catarina foi menor que o custo da Assembleia Legislativa de Santa Catarina - ALESC em 2017. Enquanto as 295 Casas legislativas, com 2.903 vereadores, gastaram R$ 616 milhões, a ALESC, com 40 deputados gastou R$ 637 milhões.


- O gasto das 5 câmaras de vereadores mais onerosas do Estado: Florianópolis (R$ 55.2 Mi), Joinville (R$ 38,1 Mi), Itajaí (R$ 29,7 Mi), Blumenau (R$ 25,9 Mi) e Palhoça (R$ 15,8 Mi) representaram mais de 25 % do total de todos os gastos efetuados pelas 295 Câmaras de Vereadores de Santa Catarina;


- As despesas das casas legislativas dos quatro maiores municípios da região metropolitana da Capital: Florianópolis (R$ 55.2 Mi), Palhoça (R$ 15,8 Mi), São José (R$ 15,7 Mi) e Biguaçu (R$ 6,6 Mi) representaram mais de 15 % do total dos gastos efetuados pelas 295 Câmaras de Vereadores de Santa Catarina;


- Brusque é o 12º maior colégio eleitoral de Santa Catarina e a 16ª Câmara de vereadores mais cara (R$ 5,9 milhões), ficando atrás de Florianópolis (R$ 55,2 Mi), Joinville (R$ 38,1 Mi), Itajaí (R$ 29,7 Mi), Blumenau (R$ 25,9 Mi), Palhoça (R$ 15,8 Mi), São José (R$ 15,7 Mi), Balneário Camboriú (R$ 14,9 Mi), Criciúma (R$ 14,3 Mi), Chapecó (R$ 11,2 Mi), Jaraguá do Sul (R$ 9,1 Mi), Lages (R$ 8,5 Mi), Itapema (R$ 8,2 Mi), São Francisco do Sul (R$ 8,0 Mi), Biguaçu (R$ 6,6 Mi) e Tubarão (R$ 6,3 Mi).


Ranking

Além do Legislativo Videirense, outras câmaras também se destacaram positivamente na pesquisa, como as Câmaras de Concórdia, São Bento do Sul e São João Batista.


VEJA A PESQUISA:


AS 15 CIDADES COM MENOR PERCENTUAL DO GASTO DA CÂMARA EM RELAÇÃO AS DESPESAS TOTAIS DO MUNICÍPIO:


AS 15 CIDADES COM MAIOR PERCENTUAL DO GASTO DA CÂMARA EM RELAÇÃO AS DESPESAS TOTAIS DO MUNICÍPIO


AS 15 CIDADES COM MENOR CUSTO PARA O ELEITOR


AS 15 CIDADES COM MAIOR CUSTO PARA O ELEITOR


ANÁLISE DOS 20 MAIORES COLÉGIOS ELEITORAIS CATARINENSES:

O Observatório Social do Brasil -Brusque também selecionou os gastos das Câmaras de vereadores dos 20 maiores colégios eleitorais catarinenses, onde, nesse caso, destacam-se negativamente os municípios de Itajaí, Balneário Camboriú e Florianópolis, conforme tabelas abaixo:


RANKING  DOS GASTOS DAS CÂMARAS EM RELAÇÃO AS DESPESAS TOTAIS DOS 20 MUNICÍPIOS COM MAIOR NÚMERO DE ELEITORES EM SANTA CATARINA


RANKING  DO CUSTO PARA O ELEITOR DOS 20 MUNICÍPIOS COM MAIOR NÚMERO DE ELEITORES EM SANTA CATARINA


EM RELAÇÃO AOS CUSTOS TOTAIS DAS CÂMARAS DE VEREADORES DOS 20 MAIORES COLÉGIOS ELEITORAIS DE SANTA CATARINA TEMOS:


29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo