• Observatório Social

Pregão para compra de 660 arranjos florais é suspenso

O custo estimado era de R$ 461,1 mil


Após três dias lançado, o edital para a compra de 660 arranjos florais foi suspenso pelo Itamaraty. O pregão eletrônico que visava à aquisição do produto, e a decisão foi divulgada nesta quinta-feira (13), no Diário Oficial da União. 


De acordo com a reportagem da Folha, o custo estimado era de R$ 461,1 mil, porém, o Ministério das Relações Exteriores divulgou que este era o preço inicial, podendo diminuir, já que era um pregão.


O edital afirmava que a compra das flores era para a decoração em locais reservados para autoridades estrangeiras, dando "ganhos institucionais" para o Brasil. "As flores contribuem para que seja transmitida às autoridades estrangeiras uma melhor impressão do país anfitrião, o que se traduz por ganhos institucionais para o governo brasileiro", dizia.


Fonte: Uol e Folha

0 visualização0 comentário