• Observatório Social

Pelo menos 19 "fichas-sujas" foram exonerados de cargos

Atualizado: 23 de Jul de 2019

Nesta quarta-feira (5) foi divulgado pelo Portal G1 dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os quais revelam que tribunais de todo o país exoneraram pelo menos 19 pessoas de cargos de confiança desde que entrou em vigor a regra que proíbe a presença no Judiciário dos chamados "fichas-sujas" - servidores condenados em decisões colegiadas (tomadas por mais de um juiz). A ordem começou a valer há um ano e meio.


O CNJ não mostrou o detalhamento de quais tribunais às demissões ocorreram, mas disse que as informações são resultado de um monitoramento permanente de 89 órgãos do Poder Judiciário, entre tribunais estaduais, federais, trabalhistas, militares e superiores.


O Conselho acompanha o cumprimento da resolução 156, em vigor desde agosto de 2012. A resolução determinou a aplicação da Lei da Ficha Limpa - que proíbe políticos condenados por órgãos colegiados de concorrer às eleições -- também para servidores do Judiciário contratados sem passar por concurso público nos chamados cargos comissionados. O objetivo é verificar se há nomeação ou manutenção de "fichas-sujas" nessas funções.


Fonte: G1

0 visualização0 comentário