• Eliza Keren M da Silva

OSBr participa de último encontro do Ciclo de Palestras

O Observatório Social de Brusque participou de mais um encontro do Ciclo de Palestras Estratégicas de Santa Catarina, na noite de segunda-feira (8). O evento é promovido pelo governo do estado em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) Brusque.


No quarto encontro quem ministrou a primeira parte da noite foi o secretário estadual de Educação, Eduardo Deschamps, que mostrou dados positivos da educação em Santa Catarina e falou sobre os desafios da pasta. "Santa Catarina tem mantido bons resultados do ponto de vista geral, muito por conta da qualidade na educação que o povo catarinense sempre construiu dentre os últimos tempos". Ele também falou sobre o plano de carreira, que tem sido uma luta constante dos professores. "A gente espera estar, nos próximos meses, com essa questão do plano definida. Principalmente focando na valorização dos profissionais que receberam menos em relação à questão do piso nos últimos anos, a gente quer fazer uma equalização - a chamada descompactação de carreira, e valorizar o professor que está em sala de aula", disse.

Durante as perguntas abertas ao público, o vereador Jean Pirola questionou o secretário sobre a situação do Colégio João Boss, em Guabiruba - que tem sido alvo de muitas reclamações por parte da comunidade. Segundo o secretário de Educação, será realizada uma ação emergencial na escola, mas também serão feitas obras em longo prazo.


Além de educação, a noite também foi marcada pelo tema de mobilidade urbana, com o secretário responsável pela pasta, Cassio Taniguichi. Os principais temas abordados por ele foram transporte coletivo, acessibilidade e vias urbanas. Entre as cidades demonstradas como modelos estão Curitiba, Brasília e Florianópolis.


Ao falar sobre Brusque, Taniguchi foi enfático ao dizer que a cidade deve investir mais em transporte público e ciclovias. "Brusque tem a tendência de se expandir nos sentidos dos rios, talvez, futuramente, juntando com Itajaí. Digamos que topograficamente é mais favorável para este tipo de expansão. Nessa expansão, sim, tem que dar prioridade ao transporte coletivo, caso contrário, vocês vão ter sérios problemas no futuro". No entanto, para que isso ocorra, o transporte público deve ter todas as características de conforto, acessibilidade e segurança, além de um sistema altamente competitivo.

O evento ocorreu nas dependências da Unifebe, também em parceria com a Ená Brasil (Escola de Governo) e o Sebrae. O próximo encontro, ainda sem data prevista, acontece com a participação do governador do estado, Raimundo Colombo.

1 visualização0 comentário