• Observatório Social

O poder das redes sociais na política brasileira

As redes sociais apontam uma profunda crise de confiança nos políticos, nas instituições e no governo como um todo. Falta transparência às políticas públicas e interesse pelo desejo do povo, o que não é novidade.


Novo, é o fato de a população estar sensível a estes fatos, como demonstrado pela emergência das redes sociais, um incisivo sinal de que a população galgou a condição de protagonista neste século.


As redes devem funcionar como um termômetro diário dos episódios políticos e sociais, fundamentais para um processo político moderno e devem atuar também como uma nova via de diálogo entre o governo e a população. Também devem agir como importante ferramenta de mobilização social, já que demonstram poder de reunir grupos com afinidades ideológicas numa velocidade assustadora e como ferramenta de fiscalização da máquina pública.


Por isso, aos que habitam o mundo da política, se faz imprescindível uma profunda análise das redes sociais, a fim de perceber os anseios do povo, para que então, utilize esta importante ferramenta da forma mais oportuna.


É a tecnologia democratizando o processo de conhecimento das demandas populares. Cabe agora aos adeptos da velha política, criarem mecanismos de modernização para não serem atropelados pelos novos tempos.


É o velho dando lugar ao novo. Finalmente.

Foto: Ideia de Marketing


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo