• Observatório Social

Maiores doações aos candidatos à Prefeitura de Guabiruba são de pessoas físicas

Dos três candidatos, apenas Osmar Vicentini não recebeu mais de R$ 10 mil para campanha


Dando sequência a análise realizada com os candidatos à Prefeitura de Brusque e de Botuverá, o Observatório Social pesquisou as doações realizadas aos candidatos de Botuverá. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


O atual prefeito e candidato a reeleição Matias Kohler do Partido Progressista - PP, recebeu R$ 76 mil para custear a campanha. Desse valor, R$ 36 mil foram de doação do partido, sendo R$ 26 mil do P.P. - Partido Progressista Diretorio Municipal de Guabiruba e os outros R$ 10 mil Partido Progressista - PP. Além disso, R$ 20 mil foram contabilizado como doação de pessoa física, sendo Julio Ariel Schumacher o doador e outros R$ 20 mil doados com recursos próprios.


Orides Kormann, candidato pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro - PMDB, recebeu R$34.257,80. Dessas doações, R$2.128,90 foram de recursos próprios e os outros R$32.128,90 são doações de pessoas físicas. Os doadores são Luana Schumacher Vaz, Marcelo Kohler, Nilton Rogerio Kohler e Angelika Kormann.


Já Osmar Vicentini, candidato pelo Partido Republicano Brasileiro - PRB, contabiliza um total de R$5.150,00 em recursos recebidos, valor integralmente doado por pessoas físicas, sendo elas Dina Maria Vicentini Siegel, Claudio Siegel, Maria Josefina Vicentini, Osmar Vicentini Filho e Ricardo Vicentini.


Foto: Diário Alto Vale

1 visualização0 comentário