• Observatório Social

Levantamento aponta as receitas no mês de janeiro nos últimos quatro anos

O Observatório Social de Brusque realizou um levantamento sobre o orçamento da receita do município entre 2014 e 2017 no mês de janeiro. As arrecadações são de tributos municipais, estaduais e federais.


No âmbito municipal, o recorde com arrecadação do IPTU foi neste ano, com R$ 56,6 mil, seguido pelo ISSQN com R$ 1,5 milhão. No entanto a arrecadação do ITBI não foi párea a de 2014 que chegou a R$ 478 mil e a do COSIP no ano passado com R$ 942 mil.


No nível estadual, a maior receita do ICMS é de janeiro de 2016, com R$ 7,6 milhões, mas janeiro de 2017 chegou perto e arrecadou R$ 7,4 milhões. O IPVA neste ano superou os anos anteriores e foi de R$ 755 mil.


Na categoria federal, as receitas dos tributos no mês passado não foram superiores em relação a janeiro de 2014 a 2016. Por exemplo, a arrecadação do Fundeb em janeiro de 2015 foi de R$ 3,4 milhões e a deste ano foi de R$ 14 mil. Outra grande diferença foi a receita de média e alta complexidade do Fundo Municipal de Saúde em 2015 teve R$ 2,2 milhões arrecadados e no mês passado foram só R$ 1,2 milhão.


Além disso, janeiro de 2015 também registrou os maiores valores no FPM com R$ 3,3 milhões e na transferência do salário educação com R$ 651 mil.


Estes dados foram pesquisados no Portal da Transparência de Brusque. Confira a tabela com todos os valores repassados abaixo.



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo