• Observatório Social

Câmara de Brusque se mantém como uma das mais econômicas do Estado

Baseado em dados divulgados no site do Tribunal de Contas de Santa Catarina e em Portais da Transparência, o Observatório Social de Brusque fez um levantamento nos meses de março e abril de 2017, das despesas legislativas nos 25 municípios mais populosos do Estado, durante o ano de 2016.

Segundo a pesquisa, a Câmara de Brusque se mantém como uma das mais econômicas de Santa Catarina, ocupando a quinta posição com o menor custo (1,67%) em relação a receita líquida municipal (R$ 324.533.322,85), o que representa despesas no montante de R$ 5.423.607,57 em 2016.


No ano anterior, o Legislativo brusquense ocupava o quarto lugar no ranking, considerando o custo diante da receita (1,72%). No quesito menor custo por cidadão, Brusque se manteve na terceira posição, com o gasto de R$ 43,11 por habitante, enquanto que em 2015, o custo era de R$ 41,19.


Ranking Além do Legislativo brusquense, as Câmaras de Concórdia, São Bento do Sul, Jaraguá do Sul e Navegantes, permanecem entre as cinco primeiras posições no ranking de municípios que tiveram o menor custo em relação a receita líquida. Concórdia, que em 2015, estava em segundo lugar, passou para o topo da lista em 2016, seguida de São Bento do Sul, Jaraguá do Sul, Navegantes e Brusque.

Dentre as cinco Câmaras mais econômicas, Navegantes é a que possui menos servidores (19) e vereadores (10) e Jaraguá do Sul é a que mais possui: 53 servidores e 11 parlamentares. Concórdia tem 22 funcionários e 13 vereadores. São Bento do Sul possui 28 servidores e 10 parlamentares.

E Brusque tem 23 funcionários e 15 legisladores. O que chama atenção, é que o Legislativo brusquense é um dos únicos que apresenta o quadro de servidores na sua maioria efetivo, tendo 18 funcionários concursados e cinco comissionados.


Maior gasto Dentre os 25 municípios pesquisados, a Câmara Municipal que teve a maior despesa em 2016, continua sendo Tubarão, se comparado a 2015. No último ano, o Legislativo tubaronense gastou R$ 10.081.838,82, o que representa 5,11% da receita líquida. A Câmara de Tubarão possui 34 servidores e 17 vereadores. Já no ranking de menor custo por cidadão, foi a Câmara de Itajaí que apresentou a maior despesa, com o gasto de R$ 142,09 por habitante, seguida por Itapema, com R$ 125,61. Em Itajaí, o Legislativo possui 161 funcionários, e 21 parlamentares.


Ainda se falando em quantidade de servidores, as Câmaras que apresentam o maior número são a de Florianópolis, com 317 funcionários e 23 vereadores, e Joinville, com 248 servidores e 19 parlamentares.

0 visualização